apoio

Grupo de discussão
Mensagem Original
madrinavarro
27/11/2010 12:40:48
#155  Este Forum vai ser fechado aberto
Olá, tenho um lago e estou tendo problemas com gloquideos, quero saber se tem algum jeito de eliminar essa infestação, já li a matéria anterior mas não tenho estrutura para esvaziar o lago para retirar os mexilhoes,conforme indicado, pois tem muitos peixes. Preciso resolver essa situação com os peixes no local.Vcs têm alguma sugestão?

Membro CdB Ignacio
5/12/2010 14:01:09
Infelizmente, você encontra-se mesmo com um grande problema emergente entre mãos ! ...

Que se saiba ao certo, até hoje não existe um tratamento terapéutico ou produto agropecuário específico no Brasil que auxilie no controle da infestação destes "ectoparasitas temporários". Uma vez que detectada a infestação dos peixes num local não têm outro jeito de agir: ... apenas a execução das medidas profiláticas (protocolo de ação/ manejo) referidas nos artigos ora disponíveis:

http://www.conchasbrasil.org.br/materias/pragas/manejoecontrole/default.asp
http://www.conchasbrasil.org.br/materias/pragas/limnicos.asp

Entretanto, e sob o necessário auxilio/ orientação técnica qualificada de um Agrônomo ou Veterinário (de preferência versado em Piscicultura), você pode até tentar "experimentar" tratamentos terapéuticos convencionais utilizados para outros tipos de infestações "mais ou menos similares" de ectoparasitas que se instalam, principalmente, nas brânquias e corpo dos peixes(*), provocando lesões e fazendo igualmente que estes tenham a tendência de esfregar-se nas laterais dos viveiros (lago/ açude/ tanque), provocando ferimentos que, por sua vez, contribuem para o aparecimento de infecções secundárias, elevando as chances de ocorrência de altas taxas de mortalidade.


Membro CdB Ignacio
5/12/2010 14:01:55
(*)Utilize, como ponto inicial de partida referencial, as seguintes contribuições:

(1.).- Tratamentos terapéuticos:
http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-204X2005000100015&script=sci_arttext

(2.).- Biologia, Epidemiologia e Controle de Parasitos de Peixes:
http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:LblOw2PeJnQJ:www.ufrrj.br/laboratorio/parasitologia/arquivos/publicacao/48_LIVRO.pdf DOEN%C3%87AS INFECCIOSAS E PARASIT%C3%81RIAS DE PEIXES&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEESh6Rrh4_xHYlwcml8btFcdpetuJ7tUuIx9XEXcVyQHpJWyzih3l00QG9SCstynQZU_u8WCF3zk8mYRVSAPmL6pr2NIow_T-0GCTywfPLN48tJfWooVo7l8fwkJmrqm2WdYYHb65&sig=AHIEtbRgH4EjbLg7j1gS1wYC4w5iPVrTnQ

(3.).-12. Patologia de Peixes (... pp. 123-133 !):
http://books.google.com.br/books?id=7mW0cYMJKc8C&pg=PT124&lpg=PT124&dq=DOEN%C3%87AS INFECCIOSAS E PARASIT%C3%81RIAS DE PEIXES&source=bl&ots=1obzx3D1vV&sig=sGYacBieJ5t9D0PVwcBOkPercnw&hl=pt-BR&ei=dY77TIPpLoT7lwf9oLGMBQ&sa=X&oi=book_result&ct=result&resnum=9&ved=0CFsQ6AEwCDgU#v=onepage&q=DOEN%C3%87AS%20INFECCIOSAS%20E%20PARASIT%C3%81RIAS%20DE%20PEIXES&f=false


Sem mais que agregar/ opinar, receba cordiais saudações.

Um grande abraço, e boa sorte ! ...

Ignacio Agudo.
http://www.malacologia.com.br
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt

Membro CdB Ignacio
6/12/2010 20:46:43
Ainda reforçando o anteriormente exposto:

Na literatura especializada (PAVANELLI et al 2008: 120), uma das obras monográficas de produção mais recente disponível no gênero, consta textualmente o seguinte:

"... PROFILAXIA E TRATAMENTO
Consiste basicamente em não permitir a presença desses moluscos nas pisciculturas.
Nenhum tratamento e recomendado para destruir as larvas dos moluscos depois de aderidas aos peixes. Como medida profilática ou quando a enfermidade se manifesta, recomenda-se a desinfeção do tanque para destruir as formas livres dos moluscos, controlando assim a parasitose."

Referência:

PAVANELLI, Gilberto Cezar; Jorge da Costa EIRAS & Ricardo Massato TAKEMOTO. 2008. Doenças causadas por larvas de moluscos, Cap. II - Parasitoses, pp. 117-120. In: DOENÇAS DE PEIXES: Profilaxia, Diagnóstico e Tratamento. Maringá, PR: EDUEM/ Editora da Universidade Estadual de Maringá, 3a. Edição, XVI 311 p.

O tópico antes referido vêm ilustrado com "fotos de peixes infestados", originalmente publicadas na contribuição de SOUZA & EIRAS (2002), disponível para consulta no link: http://memorias.ioc.fiocruz.br/973/4403.pdf


Renovado abraço e protestos de boa sorte ! ...

Ignacio Agudo.
http://www.malacologia.com.br
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt

Membro CdB Ignacio
8/12/2010 14:20:22
Olá todos(as) !

Considerando que "larvas ectoparasíticas de moluscos bivalves dulciaquícolas" é um tema escassamente abordado na literatura malacológica brasileira, os interessados no tópico ainda podem contar com a seguinte fonte referencial de possível interesse:

- REIS, W.S.B.; L.A. COSTA & C.R. BEASLEY. 2007. Criação de uma coleção permanente de larvas gloquídeos de moluscos de água doce da Amazônia. Caxambu, MG: Anais do VIII Congresso de Ecologia do Brasil, Setembro 23 a 28 de 2007, 2 p.

Disponível para consulta no link:

http://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:nF9i6RuA1FQJ:www.seb-ecologia.org.br/viiiceb/pdf/1894.pdf Ordem Unionoida&hl=pt-BR&gl=br&pid=bl&srcid=ADGEEShUJv6gBMU6KRQcw5oA0N99Udh5e9kG_ImV-ucuMI5kxVyMkiqDQ2ABdh7-SkJ5G0FZPWw-rtfywDDyVSUz4XsV0pkP8Zv2TMJHgYnK5jA-PYQCcISeFa2Evl245IhAIS-7vu0k&sig=AHIEtbRlQqKs1qNGE5w5shEkgnKRXL-PGw


Membro CdB Ignacio
8/12/2010 15:00:15
Outras fontes (consultas prévias), opiniões e links disponíveis acerca do tema em questão são as seguintes:

- http://www.seb-ecologia.org.br/viiiceb/pdf/1894.pdf

- http://www.conchasbrasil.org.br/forum/entry.asp?post=58&did=39352

- http://www.conchasbrasil.org.br/forum/entry.asp?post=47&did=39184


Você deve estar logado para opinar neste forum. Logar-se

 

Regras | Legenda

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2020 Conquiliologistas do Brasil