apoio

Grupo de discussão
Mensagem Original
Walther
31/10/2011 19:42:11
#163  Este Forum vai ser fechado aberto
Olá a todos! Aqui é Walther novamente, aquarista e amante de invertebrados, pedindo novamente um auxílio aos colegas conquiliologistas.

Esta Physa foi coletada em uma lagoa dentro de um condomínio em Vinhedo, SP. É um animal bem grande, a concha tem cerca de 18 mm de comprimento. Nunca vi uma Physa com um manto tão grande, recobre cerca de 50% da área total da sua concha. E sua borda é mais regular, sem aquelas interdigitações que costumo ver nas bordas dos mantos de outras Physas.

Vi na net que existe um Physa norte-americano com um manto bem proeminente, "Physa megalochlamys", mas não achei uma descrição detalhada, ou imagens. Esta espécie ocorre no Brasil? Será que é ela? Ou será alguma variação de alguma espécie mais comum, como acuta ou marmorata?

As imagens são estas:
http://farm7.static.flickr.com/6098/6297745495_9cfe1d86fe_z.jpg
http://farm7.static.flickr.com/6094/6297745179_f639f682c6_z.jpg
http://farm7.static.flickr.com/6058/6297745897_14aa1fb6d5_z.jpg
http://farm7.static.flickr.com/6222/6297746237_dea7aa3d68_z.jpg

Desde já muito obrigado, e parabéns pelo excelente trabalho de vocês!

Grande abraço!
Walther Ishikawa

Membro CdB Ignacio
15/11/2011 15:20:42
Caro Walther,

Caso o seu interessante caramujo límnico tráte-se mesmo da espécie suspeita "Physa megalochlamys Taylor, 1988", o mesmo constituirá mais um registro de espécie exótica introduzida no Brasil.

Abraço, e boa sorte com a determinação específica !

---

A. IGNACIO AGUDO-PADRÓN
Geographer & Researcher Malacologist
PDPM Editor
Project "Avulsos Malacológicos - AM"
Southern Brazil _@/"
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt/
Walther
25/11/2011 13:06:25
Olá, Ignacio. Obrigado pelo retorno novamente.

Andei pesquisando um pouco, meu deus, como é confusa a classificação desses bichos! Aliás, como boa parte dos gastrópodes límnicos.

Me baseei bastante naquela ótima revisão de 2003 do Dr. Taylor, eu desconfio que seja a espécie nativa "Afrophysa brasiliensis".

Lembra bastante o "Physa marmorata" ("Stenophysa" segundo Taylor, invasora), que também tem o manto bem extenso, mas o animal que tenho aqui não tem o padrão de pigmentação do corpo do marmorata. Certamente não é o "Physa acuta/cubensis" ("Haitia" segundo Taylor), pelo aspecto do manto.

Obviamente não dissequei o animal, nem sei onde fica o seu pênis ou outras estruturas fundamentais na identificação (rsrs), mas os demais aspectos anatômicos batem com esta espécie.

Se descobrir mais informações, posto aqui.

Muito obrigado!

Membro CdB Ignacio
3/12/2011 13:52:04
Caro Walther,

Muito obrigado pela sua oportuna postagem de retorno!

A seguir, algumas modestas pequenas observações, "em tempo", quanto ao importante trabalho de TAYLOR (2003) << http://www.ots.ac.cr/tropiweb/attachments/suppls/sup51-1%20Physidae/Physidae%20Information.pdf >> e os seus comentários pessoais:

1.- "Afrophysa brasiliensis Koch in Küster, 1844" hoje constitui uma das sinonímias adjudicadas a espécie "Aplexa (Stenophysa) marmorata (Guilding,1828)", de acordo com a óptica de SIMONE (2006: 101).

2.- "Aplexa (Stenophysa) marmorata (Guilding,1828)" é considerada pelo mesmo autor (SIMONE, 2006) como espécie nativa ... não "exótica invasora". Porém, esta última situação pode se encontrar "sob suspeita", precissando ainda de uma boa revisão aprofundada, toda vez que: (a)dita espécie apresenta "conduta declaradamente invasora" nos ambientes onde regularmente a encontramos, especificamente aqui na região da Grande Porto Alegre, RS; (b)Temos ainda como "antecedente de interesse" o fato de que certos especialistas vêm considerando como "exótica da América do Norte" uma outra espécie aquática límnica similar quanto à sua bioecologia, "Lymnaea columella (Say, 1817)" << http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt/news/exoticas%20invasoras%20-%20refer%c3%aancia%20de%20interesse%20geral%20%21%20-/ >>.

Certamente, o tópico ventilado em questão é interessante e contornado por fascinantes "incógnitas biogeográficas e taxonómicas" que esperam por ser resolvidas.

Renovado abraço amigo, e vamos nos falando !

---

A. IGNACIO AGUDO-PADRÓN
Geographer & Researcher Malacologist
PDPM Editor
Project "Avulsos Malacológicos - AM"
Southern Brazil _@/"
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt/

Membro CdB Ignacio
3/12/2011 14:06:08
Caro Walther,

Oi de novo!

Baseado nas suas fotos postadas do espécime ...

http://farm7.static.flickr.com/6058/6297745897_14aa1fb6d5_z.jpg
http://farm7.static.flickr.com/6222/6297746237_dea7aa3d68_z.jpg

... e na contribuição de SIMONE (2006: 101), opino finalmente - salvo arrazoado contrário - que a sua espécie tráta-se mesmo de "Aplexa (Stenophysa) marmorata (Guilding, 1828)", representante da Família PHYSIDAE.

Mais um abraço amigo !

---

A. IGNACIO AGUDO-PADRÓN
Geographer & Researcher Malacologist
PDPM Editor
Project "Avulsos Malacológicos - AM"
Southern Brazil _@/"
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt/
Walther
12/12/2011 19:26:27
Olá, Ignacio. Novamente muito obrigado pela atenção. E desculpe pela demora na resposta, só vi as suas postagens agora.

Ahá! Agora entendi o porquê do "Afrophysa" nem ser mencionado na revisão de Wethington e Lydeard (A Molecular Phylogeny of Physidae (Gastropoda: Basommatophora) Based on Mithochondrial DNA Sequences).

Muitíssimo obrigado, você não sabe como me ajudou com estas informações. Sempre é bom poder contar com o auxílio de vocês, em especial da sua pessoa.

Um grande abraço!

Membro CdB Ignacio
13/12/2011 10:32:57
Caro Walther,

Certamente, a oportuna contribuição sistemática de WETHINGTON & LYDEARD(Journal of Molluscan Studies, 73(3): 241-257, 2007) < http://www.chowan.edu/documents/academics/PublicationsWethington/wethington&lydeard.pdf >, reforça ainda mais a minha própria conclusão previamente expressa de que o seu "singular" caramujo tráta-se mesmo da espécie "Aplexa (Stenophysa) marmorata (Guilding,1828)".

Grande abraço amigo, ficando como sempre a imediata disposição e gratas ordens !

---

A. IGNACIO AGUDO-PADRÓN
Geographer & Researcher Malacologist
PDPM Editor
Project "Avulsos Malacológicos - AM"
Southern Brazil _@/"
http://noticias-malacologicas-am.webnode.pt/


Você deve estar logado para opinar neste forum. Logar-se

 

Regras | Legenda

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2020 Conquiliologistas do Brasil