apoio

Chlamys proteus

Classe Bivalvia:

Bivalves, também chamados de Lamellibranchia ou Pelecypoda, são a segunda maior Classe de moluscos com aproximadamente 15.000 espécies. São um grupo exclusivamente aquático, bilateralmente simétricos, caracterizados por um corpo comprimido lateralmente com uma concha externa composta por duas valvas. Algumas espécies contudo, como as que vivem presas a algum substrato, como as ostras, não são bilateralmente simétricas e umas poucas possuem uma concha interna.

A concha pode ser totalmente ou parcialmente calcificada e consiste de uma valva esquerda e uma direita. As valvas são unidas na parte dorsal, conectadas por uma ligamento elástico parcialmente calcificado e mantida juntas por músculos adutores, um ou dois, que estão presos à superfície interna da concha. As valvas são abertas pelo ligamento e fechadas pela contração dos músculos adutores.

Sua anatomia diverge consideravelmente do plano básico de um molusco, por não possuir cabeça ou rádula.

A maior parte dos bivalves é filtradora, mas também podem ser necrófagos (carniceiros) e até predadores.

Vivem principalmente enterrados em substratos arenosos ou lodosos, podendo movimentar-se com o uso de seu pé, embora não seja tão eficiente como o dos gastrópodes. Outros como as ostras e mexilhões vivem presos a substratos sólidos e outros podem penetrar em madeira ou até em pedras.
Alguns Pectinides são um exemplo de bivalves que podem nadar por curtas distâncias, fechando rapidamente suas valvas, o que causa deslocamento de água que o impulsiona promovendo uma fuga rápida de predadores.


Bivalve moderno

Fóssil de bivalve

CONHEÇA MAIS SOBRE ESTAS FAMÍLIAS
ANOMIIDAEARCIDAECHAMIDAECRASSATELLIDAEDONACIDAEGLYCYMERIDIDAEISOGNOMONIDAE
LIMIDAELUCINIDAEMACTRIDAEMESODESMATIDAENOETIIDAENUCULANIDAEPECTINIDAE
SOLECURTIDAESOLENIDAESPONDYLIDAETELLINIDAEVENERIDAE

 

 

Glossário | Referências | Créditos | Copyright

© 2001 - 2017 Conquiliologistas do Brasil